O Erro Humano

Riscos Psicossociais

Os erros humanos ocorrem nos mais variados contextos e nas mais variadas dimensões. Desde os erros simples de linguagem a situações de maior gravidade, eles estão sempre presentes no nosso quotidiano.

Para compreender esta temática, importa distinguir erro humano daquilo que podemos designar por violação operacional. A
violação consiste numa atitude anti profissional e irresponsável; trata-se de uma infração de procedimentos pré-definidos, sendo considerada um processo consciente, pelo que, deve ser combatida em todos os níveis.

O erro humano não se trata de um engano por violação, ou seja, não se trata de uma atitude premeditada por parte do seu autor, no entanto, podemos afirmar que este tipo de falha está presente na maioria dos acidentes ocorridos nas nossas empresas.

Surge então a preocupação com este fenómeno e, para o compreender, importa analisar o que poderá estar na sua origem:

FALHAS NA PERCEÇÃO – Existem limitações físicas (auditivas e visuais, p.ex.) que contribuem para problemas a este nível (desorientação espacial, leitura errada dos instrumentos, diminuição da sensibilidade, ilusão, etc.). Importa assim, estar atento a estes fatores, quer no processo de recrutamento e seleção do pessoal, quer na atribuição das tarefas individuais.

INTERPRETAÇÃO DOS DADOS – Os equívocos na interpretaçãolevam a erros de julgamento. Esta interpretação é muitas vezes influenciada por aspetos relacionados com a personalidade do trabalhador (Falta ou excesso de confiança no equipamento, Autoestima baixa ou demasiado elevada, Perfecionismo, Irritabilidade, Ansiedade, etc.).

MEMÓRIA – As impressões fixadas na memória não sendo reproduções precisas da informação também influenciam a interpretação, processamento e respetiva tomada de decisão. Poderemos assim ter problemas devido a Associações com outros acidentes, Esquecimentos, Hábitos instalados, etc.

FORMAÇÃO – A qualidade da formação adquirida para executar uma determinada tarefa é, sem dúvida, o momento-chave para predizer a qualidade que a mesma poderá vir a ter. Admitir falhas neste momento de transmissão de informação é ser complacente com os erros que daqui possam resultar.

COMUNICAÇÃO – Grande parte dos problemas profissionais decorre de problemas ao nível da comunicação. Uma mensagem mal transmitida e/ou mal compreendida pode afetar todo o ambiente de trabalho e conduzir a falhas ao nível operacional.

GESTÃO – Na área da gestão vamos encontrar alguns aspetos que podem induzir à ocorrência de erros: Pressão psicológica, Problemas ao nível da Organização e Métodos, Deficiente Recrutamento e Seleção do pessoal, Problemas na Relação chefia vs. subordinado, entre outros.

Podemos concluir que o erro humano ocorre em função de vários fatores que induzem o trabalhador a cometê-lo. Sendo assim, mais de que identificar culpados, a questão chave é detetar o erro o mais breve possível, compreendendo-o e eliminando-o, se possível, antes que a segurança seja afetada.

Eis alguns mecanismos que as empresas podem desenvolver: Incentivar a sinergia do grupo; Desenvolver a autoconsciência e
o autocontrolo; Não ser complacente com atitudes de violação operacional; Praticar uma liderança eficaz, auscultando a equipa através de um sistema de avaliação sistemática dos riscos psicossociais e usando todos os recursos para decidir e melhorar.

Ana Rita Júlio

Licenciada em Psicologia
Mestrado em Psicologia Pedagógica

1 Comment

  1. Luisa

    Muito bem

    Reply

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *